Arquivos do Blog

Educomunicação: o que o Design tem a ver com isso?

De acordo com o Professor Ismar Soares, um dos principais representantes da Educomunicação no Brasil, este conceito era utilizado para identificar uma área chamada Educação para Comunicação, ou seja, a educação para formação do chamado senso crítico frente à mídia, especialmente a televisão. No entanto, com o passar dos anos alguns meios de comunicação foram se preocupando com a educação e vice-versa. Aliado a isso os meios de comunicação foram se modificando devido à cultura digital. A compreensão desses meios através de atividades de conhecimento numa perspectiva de prática da cidadania se dá o nome de Educomunicação.

O que caracteriza a Educomunicação é o processo, dessa forma, não é necessariamente o meio de comunicação e suas tecnologias (rádio, internet, vídeos, entre outros).  O que se obtém então é a gestão democrática dos processos, com redução do bullying e violência, expressão humana e melhor aprendizado. A intenção é que os alunos/sujeitos criem sua visão de mundo e façam disso algo legitimo afirma Ismar no vídeo gravado pela Univesp TV.

 

Mas afinal o que a Educomunicação tem a ver com o Design?

O Design é uma atividade humana intencional e faz a interface entre o sujeito e a atividade que esse realiza. Como interface o Design tem em sua tessitura o social que tem tido destaque à medida que a sociedade tem se tornado mais complexa. Como a Educomunicação envolve atividades práticas de cidadania junto à sociedade e instituições de ensino-aprendizagem ligadas às tecnologias e seus processos o Design não pode e nem deve ficar por fora.

As atividades de Design envolvem o projeto e estratégias de comunicação que podem oferecer recursos imprescindíveis a Educomunicação. Por exemplo, o uso das disciplinas do Design como: Design de Som nas oficinas de rádio, Design Digital nas oficinas de internet e redes sociais, Produção Gráfica e Diagramação nas oficinas de jornal e de produção de textos verbais e não verbais, Ilustração nas oficinas de grafite e desenho, a Fotografia e por aí vai. Além disso, a Educomunicação dá conta da gestão democrática do processo de educação e comunicação e nisso pode entrar a Gestão do Design também. Há vários outros processos que essas duas áreas dialogam, no entanto vamos a alguns exemplos disso.

O projeto biizu, oficinas de mídia popular, do Governo do Estado do Pará oferece junto à comunidade diversas atividades e há a preocupação com o Design nesse processo. Acesse o link aqui: Projeto biizu

O projeto viração que tem a missão de fomentar e divulgar processos e práticas de educomunicação entre jovens e educadores.  Acesse o link da organização aqui: Viração

Com esta breve explanação pretende-se atentar para as possibilidades da Educomunicação e do Design como práticas que conversam e podem juntas construir um presente melhor e mais social.

Não podemos esquecer que em maio deste ano acontece em Florianópolis o Colóquio Ibero-Americano e Catarinense de Educomunicação. Essa é uma ótima oportunidade para aprofundar seus conhecimentos nessa área e conversar com profissionais da Educomunicação. Confira mais sobre o evento pelo blog: Educom Floripa

 

Bibliografia:

Ismar Soares define o conceito de Educomunicação. Jornal e Educação. Disponível em: <http://www.anj.org.br/jornaleeducacao/biblioteca/entrevistas/ismar-soares-define-o-conceito-de-educomunicacao&gt; Acesso em: 21 fev. 2014.